Sinuca

Confederação brasileira de bilhar e sinuca – CBBS
ART 1º – Na saída , as bolas jogadas de 1 á 7 deverão ser colocadas em suas respectivas marcas. A bola de jogo(a branca) ficará na situação de bola da mão podendo ser colocada em qualquer ponto do “D”

ART 2º – A saída inicial da primeira partida de um jogo será decidida por sorteio(quem ganha escolhe).As saídas das partidas seguintes serão alternadas.

ART 3º – Na saída deverá ser jogada a bola 1 repetida ,tantas vezes quantas forem necessárias:
se ela for encaçapada;
se for cometida alguma falta;
se a bola de jogo não puder tangenciar(tirar fino) dos dois lados da bola 1

Parágrafo Único – Se acontecer a 3ª condição, o segundo jogador poderá, a seu critério dar a tacada.

Sobre a Sinuca
ART 4º – Só será válida a sinuca quando for jogada a bola da vez (em qualquer caso, bola da vez é a de menor valor sobre a mesa)

Sobre a Recusa
ART 5º – O jogador poderá recuar-se a jogar, passando a tacada ao adversário, após ter sido: cometida uma falta ; jogada uma bola numerada livre.

Sobre o Jogo Cantado
ART 6º – As jogadas evidentes não precisarão ser cantadas.Nas jogadas duvidosas, deverão ser cantada a bola jogada;
a caçapa visada;
os repiques;
as tabelas.

Sobre o retorno das bolas
ART 7º – Se, ao retornar uma bola, sua marca estiver ocupada, ela irá para a marca desocupada mais próxima de sua própria marca. Se as distâncias para duas marcas forem iguais, ela irá para a marca de valor menor. Se todas estiverem ocupadas ela irá para o Ponto Neutro.

Sobre as faltas
ART 8º – Serão consideradas faltas:
suicidar-se;
jogar qualquer bola pra fora da mesa;
jogar em bola errada;
jogar com bola errada;
não bater, em 1º lugar, na bola jogada;
encaçapar uma bola não jogada;
encaçapar duas o mais bolas na mesma tacada;
jogar de carrinho em bola não colocada;
tocar em qualquer bola, indevidamente, com o taco, o corpo, a roupa,etc.;
jogar sem ter algum contato com o chão;
jogar antes de ser colocada a bola encaçapada;
jogar com qualquer bola ainda em movimento;
jogar com a bola de jogo fora do “D”, quando ela estiver na “mão”;
não encaçapar a bola tentada;
jogar uma bola numerada livre, evidentemente, para defender (considerado como anti-jogo)
deixar de cantar a bola jogada duvidosa;encaçapar a bola jogada em outra caçapa, que nao seja a evidente ou a cantada deixar de cantar os repiques ao encaçapar a bola jogada;
Deixar de cantar as tabelas ao jogar ou encaçapar a bola jogada;
ser advertido por uma atitude inconveniente.
Parágrafo Único – Após qualquer falta: a penalidade(ou castigo)será de 7 pontos;
o adversário poderá recusar-se a dar a tacada seguinte;
as bolas encaçapadas com falta retornarão ás suas respectivas marcas(Art7º).

ART 9º – Serão consideradas faltas disciplinares a atitude inconveniente e mau comportamento.
§ 1º – Atitude inconveniente é o ato de praticar o anti-jogo e/ou de perturbar,intencionalmente e deliberamente de qualquer modo, o jogador adversário, o juiz, o mesário, o marcador ou qualquer membro da comissão organizadora ou similar, configurando-se um comportamento antiesportivo.
Penalidades – 1ª atitude inconveniente: advertência, enquadrada com falta cumulativamente a quaisquer das outras previstas no Art 8 ; 2ª perda do jogo.
2º – Mau comportamento é o ato de agredir fisicamente, por gestos ou verbalmente, quaisquer elementos citados no parágrafo anterios, configurando-se um comportamento antiético e anti-social. Penalidade pra mau compotamento: perda do jogo.

Sobre o término da partida
ART 10º – A partida terminará:
quando for definitivamente encaçapada a bola 7;
quando a diferença de pontos entre os 2 jogadores atingir um valor acima dos golpes máximos permitidos (27 pontos com a bola 6 e 46 com a 5), após tacada continua;
quando o jogador cometer a segunda atitude inconveniente ou a falta disciplinar de mau comportamento.

ART 11º – Se uma partida terminar empatada, ela será decidida apenas com a bola 7, obedecendo-se,no que couber, ao dispostos nos artigos 1º, 2º e 3º.